Harden é um monstro inquestionável no ataque. Arremessa, infiltra, cava faltas, dribla e tem boa visão de jogo. É quase imparável mesmo não sendo o maior, mais atlético e mais rápido, o que demonstra todo os recursos técnicos e o seu vasto arsenal ofensivo. Todo mundo que vê o jogo, sabe disso.

Todo mundo sabe, também, que ele não é tão bom do outro lado da quadra, tentando defender adversários. No entanto, fazia tempo que ele não fazia alguma jogada medonha – talvez porque começou mal no ataque, a gente acabou esquecendo que ele era essa mãe lá atrás.

Enfim, na noite de domingo, na vitória do Houston Rockets sobre o New York Knicks em pleno Madison Square Garden, Harden voltou a fazer das suas. Em uma jogada no final do segundo quarto, quando o NYK ainda vencia a partida, o time da casa puxou o contra-ataque. Em um tranco completamente normal entre Lance Thomas e Corey Brewer, Harden, que era o último homem, resolveu MUITO ACERTADAMENTE reclamar com o juiz com a bola em jogo. Óbvio que ninguém marcou falta e que foi uma das cestas mais fáceis da carreira de Thomas. Veja:

https://www.youtube.com/watch?v=X2SXpHMbFOk

Na noite seguinte, outra jogada maravilhosa, que mostra sutilmente como Harden é um batalhador incansável: começo de jogo, rebote livre para o barbudo, mas ele sequer levanta o braço. Cesta do adversário!

Gênio! Para piorar desta vez, o Houston perdeu o jogo.

Claro que são jogadas tiradas de um contexto. Pegar os melhores (ou piores) momentos não é uma maneira muito justa de analisar um jogador. Nas estatísticas, Harden nem é um péssimo defensor. Ano passado, por exemplo, teve o segundo melhor defensive rating da NBA, mostrando que a sua presença em quadra fazia com que os times adversários fizessem menos pontos. Não sei dizer o que é causa, o que é consequência, o que é culpa dele, o que é mérito. Em todo caso, ele protagoniza as jogadas mais patéticas – ou um COMPILADO DE 6 MINUTOS SÓ FAZENDO MERDA:

 

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone