É a jogada final da partida. Um arremesso certo do adversário decreta a derrota do seu time. Em uma fração de segundos será necessário identificar a jogada do rival e montar a formação da defesa. A tendência do camarada, numa hora dessas, é ir pro tudo ou nada: agir no impulso, ir para cima e seja o que deus quiser. Só um cara com a frieza de um psicopata para parar, lembrar de todos os Xs e Os da prancheta do treinador e posicionar seu time corretamente, desarmando qualquer jogada do adversário. Rajon Rondo é um destes malucos.

Aconteceu exatamente isso na jogada final contra o Atlanta Hawks. O Sacramento Kings, time de Rajon Rondo, estava posicionado enquanto aguardava Sefolosha recolocar a bola em jogo. O Hawks estava três pontos atrás no placar e só tinha 1,9 segundos para empatar o jogo. Eis que o armador tem a sagacidade de olhar a formação adversária e, em poucos segundos, gritar para seus colegas se reposicionarem.

Ninguém entendeu direito o que ele dizia – a ponto de os próprios adversários ficarem parados esperando Rondo apontar para onde seus colegas tinham que ficar em quadra. O pessoal se mexeu e Cousins seguiu a indicação de Rondo de ir para a zona morta, matando a jogada do Atlanta, que estava desenhada para que Al Horford chutasse livre no exato local onde Rondo posicionou seu colega. No final das contas, o Hawks nem conseguiu arremessar. Estratégia pura.

Rondo é um insano. Não é ‘apenas’ um gênio das táticas – Rondo sabe como mexer com a cabeça dos outros. Na rodada seguinte, a frieza do armador novamente apareceu nos segundos finais do jogo. O Hornets tinha dois arremessos livres e estava um ponto atrás no placar. Kemba Walker chuta e empata o jogo. Quando se preparava para arremessar a segunda bola, Rondo começou seu jogo mental.

Apontando feito um louco para todos os lados, Rajon trocou todos seus companheiros de lugar. Foi para lá, para cá, tirou fulano, colocou beltrano em tal lugar. Uma confusão. Kemba se prepara para chutar a segunda bola e, claro, erra o arremesso. Rondo, com todo seu circo, conseguiu jogar um balde de gelo na cara do adversário.

https://cdn2.vox-cdn.com/thumbor/jbxUDRGyrsinyfmyIj3no0GdGJw=/800×0/filters:no_upscale()/cdn0.vox-cdn.com/uploads/chorus_asset/file/5934141/troll_rondo.0.gif

A jogada não é uma sacada tão original. Outro dia Markieff Morris tentou fazer o mesmo para atrapalhar o rival, mas fez uma cena tão descarada que levou uma falta técnica por atrasar o jogo. A diferença de Rondo é que fez o circo parecer tão natural que ninguém notou que era uma firula. Juízes e adversário realmente acharam que se tratava de uma substituição ou algo do gênero.

Por isso Rondo é um dos meus favoritos na liga – apesar de ter espinafrado o começo de temporada dele aqui no blog, quando o Sacramento ainda não tinha engrenado com o novo armador. Ele mesmo disse, quando ainda estava no Boston, que acha que o jogo é mais mental do que físico. Com certeza saber penetrar a mente adversária é um baita diferencial.

Quando estava no Boston, Rondo era o cara designado para marcar Lebron nos jogos contra o Miami Heat. Além de marcar pesado, Rajon fazia de tudo para tirar o rival do sério. Conseguia em boa parte das vezes.

Miami Heat v Boston Celtics

Rondo e sua marcação assustadora em Lebron James

A sua ‘estranheza intelectual’  fica clara mesmo fora do jogo. Em 2014 Rondo se lesionou por um bom tempo e certo dia tuitou uma mensagem quase que criptografada no seu perfil na rede social. Alguns outros malucos que pensam como ele desvendaram a mensagem: era o tempo, em segundos, que ele ficaria fora das quadras. Dito e feito. 29233380 segundos depois da sua lesão, Rondo voltou a jogar.

A sua grande virtude em quadra também foi seu maior problema, que gera alguma desconfiança quanto ao seu jogo até hoje. No Dallas, no ano passado, Rondo estava com a cabeça nas nuvens, cagando e andando para o time. Não jogou nada. Com isso, ainda existem dúvidas de até quando ele vai se manter motivado e jogando bem.

Com a cabeça trabalhando, no lugar, Rondo é único. Um craque.

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone