Dois assuntos dominam a temporada neste ano. O primeiro deles é como Stephen Curry é um ser sobrenatural com poderes especiais capazes de dizimar qualquer adversário. O segundo é se este time do Golden State Warriors vai conseguir bater o recorde do Chicago Bulls de vitórias em uma única temporada.

Sobre a campanha do time, jogo após jogo as comparações para dizer se o Warriors está melhor do que o Bulls estava naquele estágio do campeonato e as projeções são feitas para se tentar premeditar qual será o destino do Golden State – recordista ou não.

Bom, analisando os números friamente podemos dizer que as chances de bater o recorde são imensas. O time está com 53 vitórias e 5 derrotas. Para igualar a marca do Chicago Bulls dos anos 90, precisaria perder outros 5 jogos entre os 24 restantes – ou seja, teria que ter uma queda no seu aproveitamento nos jogos. De modo bem simplista, se o Golden State repetir a performance que teve ao longo de todo o ano nas partidas que tem pela frente, o time ganharia 22 partidas e fecharia o ano com 75 vitórias, três a mais do que o recorde.

No entanto, é claro que esta seria uma análise muito simplista. Existem dois fatores determinantes, um positivo e outro negativo para o time, que devem ser levados em conta.

O primeiro, que favorece o time californiano, é que o Golden State é praticamente imbatível dentro de casa, sem perder um jogo na Oracle Arena há mais de um ano. E dos 24 jogos que restam, 17 são em casa e só 7 são fora – neste aspecto, é o calendário mais favorável da NBA. Grande vantagem.

calendario

Único time que joga mais de 2/3 das partidas restantes em casa

O problema são estes 7 jogos: dois deles são contra o San Antonio Spurs, principal concorrente do Golden State ao título. O time ainda enfrenta os cascudos Dallas Mavericks, Utah Jazz e Memphis Grizzlies longe de seus domínios.

Levando tudo isso em conta e fazendo um exercício maravilhoso de futurologia, eu diria que o time do Warriors consegue, sim, bater o recorde do Bulls. Depende muito de como o time vai encarar os últimos jogos da temporada, se vai com força máxima até o fim ou se vai puxar o freio de mão para que seus jogadores tenham mais gás nas partidas de playoffs.

De qualquer forma, não vejo o time perdendo mais do que quatro jogos daqui para frente, o que seria suficiente para uma campanha de 73 vitórias. Chola mais hater.