Pela segunda vez em quatro jogos Stephen Curry deixou a quadra em um jogo da série de playoffs contra o Houston Rockets. A primeira vez, logo na estreia do time nesta pós-temporada, o jogador saiu com uma torção no tornozelo. A segunda, aparentemente mais grave, aconteceu ontem, quando escorregou, caiu de mau jeito e torceu o joelho. Ainda não se sabe ao certo o grau do machucado, mas a apreensão geral é que o jogador corra algum risco de ficar de fora por um bom tempo.

cs4

Curry se machucou nos dois jogos que entrou em quadra nestes playoffs

Agora, obviamente, muita gente atribui a lesão a alguns fatores, como se este tipo de coisa fosse previsível. Não é.

O que os urubus do “eu avisei” mais dizem é que o time se desgastou muito na corrida pelas 73 vitórias e agora paga o pato nos playoffs. Era um risco, de fato, mas será que este tipo de lesão de Curry tem a ver com este desgaste? Sinceramente, eu apostaria mais em uma falta de gás em uma suposta série de sete jogos contra o Spurs do que em duas torções distintas. Não tenho qualquer conhecimento sobre este tipo de coisa, mas o que mais vemos é jogadores tendo este tipo de lesão no começo, meio e final de temporada – independente de desgaste de uma temporada inteira ou entrando em quadra ainda frescos.

Também é preciso levar em consideração as condições da lesão. Especialmente a torção do joelho. Curry estava marcando pesado o armador adversário quando pisou em uma parte da quadra que estava molhada (!!!) e escorregou. Uma fatalidade que, se poderia ser evitada de alguma forma, seria evitando que o piso estivesse molhado.

Tem torcedor do Golden State Warriors que eleva a caça às bruxas a outro nível. Tem cara dizendo, por exemplo, que a culpa pode ser do novo tênis do jogador. A temporada inteira ele usou um chamado “Curry 2.0” e agora no mata-mata estreou o “Curry 2.5”. É, tem louco pra tudo…

Eu não sei. Acredito que foi uma infeliz fatalidade. Nos últimos dias, Curry sofreu uma pressão bem grande para entrar em quadra. Como é o jogador mais badalados do momento, muitos cobravam que ele não tivesse entrado em quadra nos últimos dois jogos se poupando para não agravar a lesão no tornozelo. O que eu mais vi foi coisa do tipo “nenhum médico iria convencer Kobe a descansar em um jogo de playoffs”. Pois é, ele entrou lá e se machucou…

Nesta segunda uma ressonância magnética vai dar a real dimensão do problema. De qualquer forma, é muito difícil que Curry entre em quadra na quinta partida da série contra o Rockets. Resta torcer para que o melhor jogador do ano não tenha um final de temporada tão triste.