É nos playoffs que a porra toda começa a valer de verdade, quando o pau come e qualquer detalhe pode decidir uma série, não é mesmo? Mais ou menos. Acabado o primeiro round do mata-mata, realmente vimos confrontos mais físicos, estrelas aparecendo e etc, mas, definitivamente, não foram disputas efetivamente pau a pau: a primeira rodada deste ano foi, na verdade, a mais desequilibrada da história! Desde que os playoffs têm um formato parecido com o atual (minimamente comparável com o que temos hoje, com oito times de cada lado e etc, a partir de 84) nunca vimos uma diferença de pontos tão grande definindo as partidas. Em média, os vencedores dos confrontos fecharam as partidas com uma vantagem de 14,3 pontos.

Algumas partidas exemplificam exatamente como foram os confrontos. O retrato perfeito destes jogos foi o jogo 7 entre Miami Heat e Charlotte Hornets de ontem. Apesar da série ter ido até a última partida, o jogo final que fechou a disputa foi um baile do time da Florida, que venceu por 32 pontos de vantagem – uma das cinco maiores diferenças já registradas em jogos 7 em todos os tempos. Dos 42 jogos, só sete foram decididos por três pontos ou menos, o que mostra que as partidas, via de regra, não foram lá muito emocionantes.

Não existe uma relação direta nisso, mas a esperança que resta é que, com séries tão ~elásticas, o filtro dos playoffs tenha finalmente selecionado os melhores times e que isso renda disputas mais emocionantes daqui pra frente.

Sem título

Nas duas temporadas com maiores médias de diferenças de pontos nos primeiros rounds – excluindo a atual – tivemos boas semifinais de conferência, com metade de dos confrontos indo para o jogo 7. Em 2008, a diferença média foi de 13,4 e na rodada seguinte Boston x Cleveland e San Antonio x New Orleans (na época ainda era Hornets) foram até a última partida. Em 2009, a mesma coisa: média também de 13,4 no primeiro round e nas semifinais de conferência Lakers x Houston e Boston x Orlando levaram a disputa até o sétimo jogo.

Apesar de estar esperançoso, não tenho tanta certeza que isso possa acontecer neste ano. Eu tinha uma expectativa de um confronto mais equilibrado entre Thunder e Spurs, mas o primeiro jogo da série foi um vareio sem precedentes. Golden State e Porland também não dá para esperar muito equilíbrio. Se for pra ser pau a pau, os cansados Toronto e Miami têm mais chances de levar a disputa até a última partida. Não apostaria o mesmo para Atlanta e Cleveland.

Espero estar errado – e que tenhamos jogos mais equilibrados e emocionantes daqui pra frente.

 

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone