Quase tão chocante quanto a ida de Kevin Durant para o Golden State Warriors foi a saída de Dwyane Wade do Miami Heat para se juntar ao Chicago Bulls. Quer dizer, acho que a movimentação de Wade foi muito mais surpreendente. Durant era o grande nome da offseason e, mesmo que antipática, a troca de time do ala faz todo o sentindo – um dos melhores do mundo cansou de perder e se juntou ao melhor time da NBA para ganhar um título. Agora, Wade saindo de Miami? Para se juntar a um Chicago Bulls que parecia que iria afundar num processo de reconstrução monstruoso? É bem estranho.

O papo nem era novo, mas é muito surpreendente que o desfecho tenha sido este mesmo. Todas as renovações de Dwayne Wade com o Miami foram cheias de cu doce para todos os lados. O jogador sempre sentia que estava abrindo mão de uma valorização natural em prol do elenco. A franquia achava que o jogador tinha que fazer estas concessões já que frequentemente se lesionava e estava pagando o preço por ter um time competitivo por toda a carreira, algo raro para maioria dos atletas.

Enquanto um blefava com o outro, Wade sempre foi ventilado no Bulls. O jogador é nativo de Chicago e a cidade esteve carente de um jogador do seu calibre desde a saída de Michael Jordan – Derrick Rose ocupou este posto por um tempo, mas as lesões deram mais dor de cabeça para o torcedor do que esperança. Apesar de todos os boatos, todo mundo sabia que Wade ia acabar renovando com o Heat.

Até que deu a louca e não renovou. Saiu de um time que parecia se acertar bem para a próxima temporada e se uniu a um Bulls que se desmantelou. Que trocou Rose, deixou Joakim Noah e Pau Gasol saírem e todos os boatos davam conta que o próximo negociado seria Jimmy Butler, o único excelente jogador remanescente no elenco.

Como não conseguiu fazer nenhuma troca no dia do draft, foi levando. Até que assinou com Rajon Rondo, em uma movimentação bem estranha, e, agora, com Dwyne Wade, mais bizarra ainda.

Individualmente falando, eu adoro os três jogadores do backcourt do Bulls. Dwyane Wade é um dos atletas mais decisivos da liga, seu jogo está atrelado à vitória. Butler é um defensor fantástico e um ala-armador completo. Rondo é um gênio incompreendido. Mas, de verdade, não consigo imaginar o que vai sair da combinação destes três caras juntos.

Butler_Rondo_Wade

Esse photoshop ficou massa

A questão mais óbvia e que nenhum dos três chuta de três. Rondo não arremessa de nenhum lugar. Wade arremessa sempre o mais próximo possível da cesta. Butler tem a pior característica de um jogador dos anos 90, que é adorar os arremessos longos de dois pontos.

Somados, o trio fez 133 cestas de trás do arco na temporada passada – marca que foi 30 jogadores superaram sozinhos ao longo do último campeonato. Rondo, que não chuta e não sabe chutar, foi o que teve a melhor mira em comparação com os dois colegas, com 36% de aproveitamento – o que dá uma boa medida de como os três são péssimos no fundamento.

Isso faz com que o esquema a ser desenhado pelo técnico do time seja um desafio à NBA de hoje, que a cada ano chuta mais de três e a todo jogo nega o jogo de jump shot de dois pontos. Ainda que nem todo time seja um Golden State Warriors, não ter a alternativa dos arremessos de fora torna uma equipe muito mais fácil de ser marcada – especialmente por ter um pivô que não é um exímio pontuador em Robin Lopez.

Por outro lado, o trio pode formar uma cara tão incomum ao basquete de hoje, que eu não duvido que dê certo. Não vai ser suficiente para competir com Cleveland Cavaliers, por exemplo, mas pode dar liga e ficar no miolo da classificação para os playoffs do Leste.

Nem que não vença, acho que vai ser interessante pelo experimento. Wade é excelente na movimentação sem a bola, Rondo consegue ver o jogo de uma maneira muito particular e Butler é uma estrela em ascensão. Há elementos para se montar um time de uma maneira muito interessante. A gente só não faz ideia de como isso vai ser. Vai ser estranho, mas não vai ser necessariamente ruim.

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone