Ainda vai dar jogo. Eu acho

O resultado do jogo de ontem, com o Golden State Warriors vencendo o Cleveland Cavaliers por 113 a 91 não foi dos mais animadores para quem esperava (ou torcia por) uma série equilibrada, com os times buscando a vitória ponto a ponto. Depois da lavada, a sensação é que há mais chances de acontecer o que todos temiam – uma varrida do Golden State.

Um alento para que ainda tenhamos uma série competitiva, no entanto, é a série final do ano passado: nos sete jogos entre os dois times, apenas o último teve uma diferença menor do que 11 pontos. Em dois deles, inclusive, a diferença foi igual ou superior a 30 pontos.

Isso acontece por que as duas equipes tem ataques muito fortes, baseados, principalmente nos arremessos de longa distância – e nestes casos, é comum que o ritmo e a cadência do jogo levem a uma sequência de vários acertos ou erros seguidos, decidindo a partida em poucos minutos bons ou ruins dos times.

Ontem foi mais ou menos isso que aconteceu. Especialmente na primeira metade do terceiro quarto de partida. Foram dois minutos em que o Warriors meteu 13 pontos seguidos sem resposta do Cavs, acabando com o jogo mesmo com mais de 20 minutos por jogar.

De resto, enquanto os titulares estiveram em quadra, o jogo teve um relativo equilíbrio. No primeiro quarto os dois ataques começaram mal, muito nervosos, e as duas defesas estavam muito fortes e físicas. No segundo quarto, o Warriors começou a se soltar mais e o Cavs, mais lentamente, começou a acertar suas bolas de sempre. O time do Oeste abriu dez pontos, mas o Cleveland ainda estava na partida.

Além destes dois minutos em que tudo deu certo pra um e errado para o outro, o Cleveland não cuidou bem da bola (foram 20 turnovers cometidos contra apenas 4 forçados do rival) . Isso fez com que o Warriors pudesse fazer 20 arremessos a mais do que o Cavaliers – é quase como se um time tivesse um período a mais de partida disponível para pontuar. Nestas condições, fica quase impossível vencer.

Além das condições casuais de jogo, isso também é um sintoma de um confronto entre um time que tem uma defesa muito forte e aplicada e outro que vive de lampejos defensivos. O Warriors conseguiu atrapalhar o ataque do Cavs, enquanto a defesa do Cleveland não conseguiu sequer incomodar o rival.

Mesmo assim, acho que ainda podemos ter bons jogos e uma série disputada. O ataque do Cleveland é excelente e pode muito bem emplacar sequências tão massacrantes quanto o Warriors fez no jogo 1 – fez isso no ano passado várias vezes contra o próprio Warriors, fez inúmeras vezes neste ano contra todos os rivais possíveis.

Ainda teremos uma série disputada. Eu acho.

CompartilheShare on Facebook378Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone

Previous

Ninguém é insuperável

Next

Klay Thompson lá e cá

1 Comment

  1. Ana

    Torne-se um campeão http://mybasketteam.com/

Leave a Reply

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén