Nike confirma tendências em anúncio sobre novos uniformes

Depois de muita especulação, muitos boatos e inúmeros protótipos fakes rodando por aí, a Nike resolveu saciar, mesmo que timidamente, a curiosidade dos fãs de NBA a respeito dos uniformes que a empresa produzirá para a próxima temporada. Além de soltar como será o layout da camisa do atual campeão da NBA, o Golden State Warriors, a Nike também divulgou os conceitos dos uniformes, que contam com algumas novidades.

Duas tendências esperadas se confirmam: o abandono das camisas com mangas e o fim da tradição de uniformes ‘home’ e ‘away’.

A marca, que sempre privilegiou o desempenho (às vezes em detrimento ao design), abraçou a tradição das regatas. Nas artes conceituais divulgadas pela Nike, nenhuma menção às mangas.

Este tipo de modelo era uma aposta da Adidas para fazer cortes mais ‘afáveis’ para o público em geral – que nem sempre tem o ‘shape’ e a oportunidade para usar uma regata.

No anúncio, a fabricante americana também explica que não vai se prender ao rótulo de camisas número 1, para se usar em casa, e número 2, para usar fora. Cada time mandante que defina qual modelo quer usar (agora divididos entre The Association Edition, que será a camisa branca, e The Icon Edition, que será a colorida) e o time visitante que use a outra.

Era uma tendência também. Na temporada passada acabou sendo mais comum que os times mandantes usassem suas ‘away jerseys’, contrariando a convenção de que os times da casa deveriam usar branco. Agora, essa ‘regra’ não existe mais.

Como acontecia antes também, os times poderão ter camisas alternativas. Segundo a Nike, existem dois modelos que podem ser inspirados no que a empresa chama de “mentalidade dos atletas” e outra que homenageie as cidades e comunidades em que os times estão inseridos.

Especulava-se que a divulgação dos modelos oficiais só seria feita na iminência do início da temporada, na virada de setembro para outubro, mas imagino que a Nike quis acalmar o público consumidor que vinha aterrorizada com a série de modelos desastrosos que estavam surgindo nas redes – maior parte deles alimentados por prints do Ali Express e pela criatividade e mal gosto dos falsificadores chineses.

Os demais modelos serão divulgados até o metade de setembro.

CompartilheShare on Facebook659Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone

Previous

Tentem se controlar, é só Summer League

Next

Lonzo Ball era o que faltava ao Lakers

1 Comment

  1. Magnus

    Crea tu propia camiseta https://mybasketteam.com/es

Leave a Reply

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén