Respostas e considerações sobre a pesquisa de público do Dois Dribles

Há uns dias postei na página do  facebook um link para uma pesquisa para eu entender melhor o perfil do público do blog e, principalmente, o que vocês esperam do Dois Dribles. Por mais que eu já tenha comigo bem detalhado aqui nos acessos de onde vêm os cliques, qual a idade média da turma e etc, queria aproveitar a offseason para estreitar esta relação – saber o que gostam de ler, por quais plataformas e que tipo de texto.

Para quem não sabe, este blog é tocado por uma pessoa só, que trabalha no horário comercial com um negócio que não tem nada a ver com basquete. Qualquer mudança ou ideia nova é, na verdade, um investimento grande do meu tempo livre em algo que, materialmente, não me dá um retorno palpável. Portanto, para que fazer algo diferente, é preciso que seja do meu gosto, me satisfaça pessoalmente e valha a pena para o público que eu considero importante para o blog.

Mesmo assim, eu tenho algumas ideias. A primeira delas é simples: gostaria de postar mais. Mas como o blog é uma atividade paralela na minha vida, não estou em condições de ‘me dar ao luxo’ de aumentar consideravelmente o número de textos em algo que não agrade o público do Dois Dribles.

Também cogito partir para outras mídias. A minha ideia inicial seria fazer um podcast, mas não sei nada da parte técnica de edição e teria que gastar um tempo brutal aprendendo e me dedicando a isso. Além do mais, não sabia dizer se vocês estavam dispostos a acompanhar um programa assim do DD.

Mas vamos às respostas e o que eu interpreto delas:

TORCIDAS
Para qual time da NBA você torce? (é possível escolher mais do que uma alternativa)

Eu coloquei essa pergunta com dois objetivos: fazer com que as pessoas se motivassem a responder (e deu certo, foram mais de 1,2 mil participações!) e para justificar algumas coisas que veremos mais detalhadamente adiante. Em resumo, muita gente reclama que há muitos posts sobre uns times e quase nada sobre outros. Por mais que eu tente balancear, é preciso levar em conta que alguns rendem mais do que outros, alguns chamam mais a atenção do que outros. Essa pesquisa me ajuda a hierarquizar as coisas.

Hábitos relacionados a basquete

Mais de 80% de vocês assistem NBA na ESPN ou Sportv, 15% assina o League Pass, 3/4 compram camisas e jogam basquete. Só 1/4 joga fantasy. Ou seja, bastante gente vê NBA, bastante gente se interessa por produtos relacionados a basquete e nem tanta gente se interessaria em ler sobre fantasy (uma ideia que eu tinha, mas que morreu ao longo da temporada passada).

O que querem do Dois Dribles?

A maioria esmagadora diz que gosta de ler opiniões e análises. Uma parcela considerável, mais da metade, ainda gosta de histórias, curiosidades e estatísticas. Enfim, eu tento fazer uma mescla disso tudo e me parece ser o caminho certo – me corrijam se estiver errado.

A turma realmente gosta de acompanhar posts ~zoeiros~ no Facebook, no Twitter. Metade diz que vê canais de Youtube relacionados a basquete e menos de 20% diz ouvir podcasts. Isso me faz pensar se realmente vale o esforço de gravar um programa assim, sei lá, semanal, quinzenal que seja. Youtube, apesar de mais popular, não está nos meus planos por enquanto, por ser uma tonelada a mais de trabalho e, na minha opinião, ter uma chance imensa de ficar uma bosta.

Quando eu abri ali para sugestões e críticas, apareceu muita coisa diferente e contraditória. Tem gente que acha que os textos são pouco profundos e gente que acha que são muito detalhados. Tem quem ache que eu falo muito de informação extra-quadra, tem quem peça mais disso.

Mas a verdade é que muita gente pediu posts sobre os times menos badalados. Reclamou que o blog é um ‘diário do Lebron James’, que só fala do Golden State Warriors e tal. Eu concordo que é assim e que posso mudar. Vou tentar fazer isso, por mais que a pesquisa de torcidas indique que quando eu começar a falar mais do Atlanta Hawks, por exemplo, muita gente possa chiar que eu não estou falando dos assuntos do momento. Vou testar e ver qual é.

Eu fico feliz também que o maior pedido é por uma frequência maior de posts. Dentro do meu limite, vou tentar aumentar o volume de coisas por aqui.

Por fim, agradeço a todos por mais um ano de interação. O blog é meu, eu escrevo o que quero, não ganho nada por isso – as vezes ganho uns xingamentos -, mas tenho a realização de ver que um monte de gente que entende de basquete ou que está tentando entender melhor o jogo procura o Dois Dribles.

Sempre que tiverem qualquer sugestão, não hesitem em me escrever – por aqui, pelo Facebook ou pelo Twitter. Que venha mais uma temporada e #PAS.

CompartilheShare on Facebook227Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone

Previous

O técnico e o executivo

Next

O calendário da NBA mudou. E para melhor.

5 Comments

  1. DD#1

    Se n fosse vc, nao sei o q seria da mim… vc mim completa #lindo

  2. Peter Leite

    Parabéns pelo trabalho! Aprendi muito aqui e só tenho elogios ao conteúdo.

  3. Alexandre Siqueira

    Eu sou professor de Educação Física, moro em São Paulo, tenho 30 anos e queria deixar aqui um beijo pra você.

  4. Kall

    Parabéns pelo blog. Curto muito.

  5. Magnus

    Para todos os amantes do jogo do gerente, é grátis https://mybasketteam.com/pt disponível em português

Leave a Reply

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén