Goste ou não, o sucesso do Golden State Warriors influenciou a NBA como um todo. Posições bem definidas são obsoletas, jogo cadenciado está por fora, arremessos próximos ao aro não parecem mais inteligentes. Jogar com pivôs de verdade, explorando o post, então, é jurássico.

O New Orleans Pelicans não concorda com isso. O time ousou ao, ano passado, oferecer um pack por um ano e meio de contrato de DeMarcus Cousins, um dos melhores pivôs da NBA atualmente. O curioso é que o time já tinha em seu elenco outro excelente jogador de garrafão, Anthony Davis, formando uma dupla que cairia muito bem no modelo de jogo dos anos 80 e 90, mas que hoje é coisa rara de se ver.

Depois de um período duro de adaptação, as coisas se acertaram e por pouco que o Pelicans não conseguiu uma vaga nos playoffs praticando a contracultura do basquete.

Para este ano, a montagem do elenco ficou ainda mais esquisita: Rajon Rondo se junta a Jrue Holiday na armação, dois jogadores esguios, que não são bons chutadores de fora e que dominam muito a bola. Sinceramente, não há como prever o desempenho deste quarteto – por mais que Cousins e Davis sejam jogadores que saibam chutar de todos os cantos da quadra. A formação é absolutamente diferente de tudo que vemos na liga atualmente.

Sobra talento, mas o time parece muito unidimensional. Ao mesmo tempo, parece que nenhuma equipe será capaz de enfrentá-los em um matchup 100% favorável. Sempre, se alguma forma, parece que o Pelicans terá um escape para atacar.

Partindo deste princípio, dá para imaginar o New Orleans sendo páreo duro contra qualquer time da liga. Se o esquema funcionar, o time com certeza briga por playoffs. Se demorar para engrenar, pode ser desastroso, e até custar a permanência de Cousins para a próxima temporada.

Offseason
A franquia trabalhou discretamente, mas bem. Contratou o sempre útil Tony Allen e buscou o confuso, mas inegavelmente competente Rajon Rondo (que teve uma boa temporada jogando ao lado de Demarcus Cousins em Sacramento).

Time Provável
PG – Rajon Rondo / Ian Clark / Frank Jackson
SG – Jrue Holiday / Tony Allen / Jordan Crawford / E’Tawn Moore
SF – Darius Miller / Solomon Hill / Dante Cunninghan
PF – Anthony Davis / Cheick Diallo / Perry Jones
C – Demarcus Cousins / Alexis Ajinca / Omer Asik

Expectativas
Acredito que o New Orleans Pelicans briga por playoffs neste ano, com alguma chance do time engrenar e se garantir sem passar sufoco. Como o elenco não tem muita profundidade, alguma lesão em um dos principais jogadores pode ser bastante prejudicial.

Siga o Dois Dribles no Twitter:

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Reddit0Share on LinkedIn0Email this to someone